Anafilaxia

O que é Reação Anafilática ou Anafilaxia?

É uma reação súbita e grave que impõe socorro imediato por ser potencialmente fatal. A anafilaxia geralmente é causada por um alérgeno específico, mas também existem casos de etiologia idiopática. É uma reação sistêmica que afeta várias partes do corpo.

O que pode causar anafilaxia?

  • Medicamentos, principalmente anti-inflamatórios e antibióticos;
  • Venenos de insetos, como picadas e ferroadas de abelha, vespa, formiga, etc;
  • Alimentos, como leite, trigo, ovo, peixes, frutos do mar, camarão, ...
  • Látex, principalmente em profissionais da saúde ou paciente com mielomeningocele;
  • Transfusão de hemoderivados, como sangue, plasma e imunoglobulinas;
  • Estímulos físicos, como o exercício ou frio.

Quais os sintomas de uma reação anafilática?

Anafilaxia inclui sintomas e sinais, isolados ou combinados, que ocorrem em minutos ou em até poucas horas da exposição ao agente causal. Os principais sintomas são:

Sintomas Cutâneos

  • Urticária localizada ou por todo o corpo (placas vermelhas, elevadas que coçam);
  • Angioedema (inchaço na garganta, lábios, língua e até da glote).

Sintomas Cardio-Respiratórios

  • Dificuldade para respirar (dispneia);
  • Chiado no peito (sibilos);
  • Rouquidão;
  • Tosse;
  • Dificuldade de engolir;
  • Sensação de sufocamento;
  • Aumento da frequência cardíaca;
  • Fraqueza súbita;
  • Queda da pressão arterial.

Sintomas Gastrointestinais

  • Cólicas abdominais;
  • Náuseas ou vômitos;
  • Diarreia.

Outros sintomas

  • Ansiedade, confusão, agitação, entre outros.

O que o médico alergista pode fazer?

  • Determinar se você teve ou tem risco de ter anafilaxia;
  • Determinar o que causa ou causou a sua reação;
  • Ensinar a evitar o que causa alergia;
  • Ensinar como reconhecer os primeiros sintomas de uma reação alérgica;
  • Criar um plano de tratamento de emergência;
  • Oferecer o tratamento e prevenção de novas reações.

Como o médico diagnostica a anafilaxia?

O diagnóstico tem de ser feito prontamente, de maneira clínica, baseando-se na história clínica do paciente, para que o tratamento possa iniciar-se com rapidez. Posteriormente o alergista investiga as possíveis causas através da história clínica e testes diagnósticos como o teste cutâneo e exames de sangue.

Qual o tratamento da anafilaxia?

EPINEFRINA (ADRENALINA)

Tratamento de Urgência

O principal tratamento para a anafilaxia é o uso da EPINEFRINA (ADRENALINA) por via intramuscular. Esta medicação pode ser feita no hospital ou se o paciente portar a caneta de adrenalina auto injetável pode aplicar em qualquer local que estiver para contenção da crise, sempre na parte lateral da coxa.

Este medicamento atua aumentando a resistência vascular periférica, a pressão arterial e a perfusão das artérias do coração. Ele também reduz o inchaço e a urticária, sintomas comuns da anafilaxia.

Tratamento Complementar da Crise

No hospital serão fornecidos outros medicamentos que auxiliam o tratamento da crise e para evitar novas crises a curto prazo, como os anti-histamínicos (anti-alérgicos), corticoides, oxigênio e broncodilatadores.

Educação do paciente e familiares

É importante evitar o contato com agente causal, principalmente se ele for um alimento ou algum tipo de medicamento. Olhar a bula dos medicamentos e rótulos de alimentos deve ser uma prática diária.

Deve também informar a todos os familiares, profissionais de saúde, colegas de trabalho e de escola sobre sua alergia para que eles possam observar os seus sintomas e evitar o contato com o que lhe causa alergia, e, em caso de reação, eles possam ajudar.

Tratamento específico

Dependendo da causa pode existir um tratamento específico como no caso de alergia a medicamentos deve-se investigar outros fármacos alternativos; ou no caso de anafilaxia por insetos, a imunoterapia é o tratamento de escolha! Procure seu alergista e saiba mais sobre estas novidades.

Links Relacionados

  • ASBAI - Anafilaxia Brasil

Comentários estão fechados.

WhatsApp