Existe Relação entre Alergia Alimentar e Autismo?

Alergia Alimentar e Autismo, existe alguma relação?

Esse é um tema que vem sendo discutido em vários setores da medicina e da ciência. Entretanto, ainda não há estudosque indique uma relação entre alergias alimentares e o Transtorno do Es conclusivos pectro Autista (TEA).

Segundo um documento divulgado pela Sociedade Brasileira de Pediatria

Grandes limitações dos estudos sobre estas dietas de restrição têm sido descritas e incluem:

  • ausência de definições claras dos critérios de inclusão;
  • amostras pequenas;
  • falhas nos controles;
  • grande variabilidade individual dos pacientes com autismo;
  • tempo pequeno ou muito variável de intervenção nutricional e falta de cegamento dos pais para pontuar as condições de melhora em seus filhos.

Como conclusões aponta-se que as evidências dos efeitos terapêuticos das dietas sem glúten e sem caseína são fracas e que os estudos apresentam falhas metodológicas que impedem conclusões definitivas.

Certamente, processos alérgicos, quer sejam relacionados a alimentos ou não, assim como intolerância alimentar podem ocorrer em pacientes com TEA, representando fatores complicadores que devem ser abordados e tratados do mesmo modo que na população geral.

Entretanto, manipulações dietéticas devem ser realizadas somente em caso de diagnóstico estabelecido de intolerância ou alergia alimentar, ou no caso de suspeita diagnóstica, pelo tempo necessário para o esclarecimento do quadro.”

Portanto como vemos, o médico alergista e ou imunologista, deve ser consultado para diagnóstico e orientações corretos.

Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria

Texto completo em PDF: Alergia alimentar e Transtorno do espectro autista: existe relação?

Consulte seu alergista/imunologista!

Agende uma consulta

Comentários estão fechados.

× WhatsApp