Esofagite Eosinofílica X Alergia Alimentar

Entenda diferenças entre Esofagite Eosinofílica e a Alergia Alimentar.

A esofagite eosinofílica é uma doença inflamatória crônica no esôfago, persistente, que pode ter origem genética e costuma evoluir com ciclos de crise e remissão.

Assim como a dermatite atópica e a asma crônica, ela acontece por causa de uma reação exagerada do sistema imunológico a um agente que causa alergia, mas não é um tipo de alergia alimentar!

Esofagite eosinofílica causa dificuldade para engolir, engasgo e impactação alimentar (sensação de alimento parado na garganta ou peito)

➡ Lactentes e crianças podem apresentar recusa alimentar, baixo ganho de peso, vômitos e/ou dor torácica.

➡ Em adultos, a impactação alimentar esofágica é, às vezes, a primeira manifestação ou também pode ser confundida com sintomas de refluxo gastroesofágico.

➡ Os pacientes muitas vezes também apresentam manifestações de outros distúrbios atópicos (p. ex., asma, eczema, rinite alérgica). Pode estar associada também a Doença de Crohn e Doença Celíaca.

➡ Os alérgenos alimentares mais comuns são o leite, ovo, trigo, peixe, soja e amendoim.

⚠ O diagnóstico muitas vezes é considerado pela primeira vez quando os sintomas de refluxo não respondem à terapia com medicamento de supressão ácida, como os inibidores de bomba como o omeprazol.

Ele também deve ser considerado em adultos que apresentam impactação alimentar esofágica ou em adultos com dor torácica não cardíaca.

⚠ Se o diagnóstico for tardio, a inflamação pode evoluir para um estreitamento (estenose) do esôfago, levando à dificuldade de engolir sólidos e até mesmo líquidos.

É de suma importância o acompanhamento conjunto pelo alergista e gastroenterologista.

Mais informações

Agende uma consulta

Comentários estão fechados.

× WhatsApp