Dia Mundial da Urticária – 01, Out

01 de Outubro é o Dia Mundial da Urticária. Você não esta Sozinho!

A urticária é caracterizada pelo surgimento de lesões de pele avermelhadas elevadas, que coçam intensamente. Essas lesões são chamadas de urticas e podem surgir em toda a extensão da pele, aparecendo e desaparecendo em locais diferentes, geralmente sem deixar marca residual.

Pode ser acompanhada em 40% dos casos de inchaço (angioedema) em locais de mãos, pés, face, boca, lábios, e outros tecidos subcutâneos.

Tipos de Urticária:

Para classificar os tipos de urticária levamos em consideração a duração do tempo da doença e as causas subjacentes. Assim, no que diz respeito à duração, considera-se urticária aguda quando dura menos de 6 semanas e urticária crônica quando excede as 6 semanas.

A urticária não é necessariamente uma reação alérgica, no caso da urticária aguda pode ser uma reação a medicamentos, alimentos, picadas de insetos, infecções entre outras causas, mas no caso da urticária crônica não tem relação a doença alérgica.

A reação ocorre por uma ativação de células do sistema imunológico da pele, chamadas basófilos e mastócitos. Estas células são responsáveis pela liberação de inúmeros mediadores químicos, incluindo a histamina, uma substância que provoca vasodilatação, coceira, inchaço da pele e o temido angioedema (edema das mucosas, como boca, olhos e vias aéreas).

Pode ser Provocado por:

  • 🔸 Alimentos, como frutos do mar, peixe, amendoim, nozes, ovos e leite;
  • 🔸 Medicamentos como analgésicos, anti-inflamatórios, antibióticos, como por exemplo penicilina, ácido acetilsalicílico e remédios para controle da pressão arterial;
  • 🔸 Alérgenos comuns, como pólen, pelos de animais, látex e picadas de insetos;
  • 🔸 Fatores ambientais, como calor, frio, luz do sol, água, pressão sobre a pele,estresse emocional e exercícios físicos;
  • 🔸 Outros problemas médicos, como lúpus e outras doenças autoimunes, linfomas, distúrbios da tireoide, hepatite, monucleose, infecções e a forma mais comum no caso da urticária crônica a espontânea, por um mecanismo de AUTOREATIVIDADE.

Sintomas como falta de ar e dificuldade para engolir e falar, apesar de raros, são considerados complicações graves tanto da urticária, quanto do angioedema e exigem atendimento médico de urgência.

Consulte seu alergista/imunologista!

Agende uma consulta

Comentários estão fechados.

× WhatsApp