Anafilaxia a Picada de Abelha, Vespa e Marimbondo

A picada de uma abelha, vespa ou marimbondo além de ser muito dolorosa, para um grupo de pessoas pode provocar complicações mais graves.

Os pacientes que são alérgicos ao veneno das Hymenoptera, ordem que engloba as famílias das abelhas, vespas, marimbondos e formigas, a situação é bem diferente, podendo causar aparecimento de urticária, angioedema e até mesmo choque anafilático (anafilaxia).

O choque anafilático, ou anafilaxia, é uma reação alérgica, de hipersensibilidade imediata e severa, que afeta o corpo todo. A sua manifestação mais grave é quando provoca inchaço e obstrução de vias aéreas superiores e/ou hipotensão, que pode ser fatal.

Reações mais Comuns à Picada

  • Dor aguda no local ferroado;
  • Vermelhidão;
  • Prurido (coceira) e edema por vários dias ou horas;
  • Em alguns casos mais sérios, anafilaxia em poucos minutos (reação alérgica grave que pode levar à morte).

🐝 Lembre-se, ao sofrer uma picada desses insetos não se apavore, mantenha a calma, jamais coçar, quanto mais agitação o corpo tiver mais o veneno ira circular na corrente sanguínea.

A picada de abelha pode ser mais perigosa do que se imagina. Não existe soro específico para o caso. Dependendo da vítima, uma só picada pode gerar reações alérgicas graves.

No casos das abelhas e vespas que sofrem auto-amputação, a primeira coisa a se fazer é a retirada imediata do ferrão da pele, pois ele permanece injetando veneno ainda por 1 ou 2 minutos.

No caso dos marimbondos, os ferrões permanecem fixos, logo, não precisam ser retirados, mas a gravidade e os cuidados são os mesmos. Se as picadas forem múltiplas, a pessoa deve ser imediatamente encaminhada ao hospital mais próximo.

🐝 ATENÇÃO: Se você já tem esta suspeita ou diagnóstico procure seu alergista e tenha em mãos um plano de emergência com o que fazer e quais medicações podem ser utilizadas.

🐝 Existe tratamento específico de dessensibilização, a imunoterapia.

Consulte o alergista/imunologista 😉

Mais informações

Agende uma consulta

Comentários estão fechados.

WhatsApp