Alimentos com Níquel

Alimentos que podem conter Níquel.

Como já vimos, a alergia ao níquel causa sintomas como coceira, descamação, bolhas e vermelhidão na pele, podendo acometer qualquer idade. É o tipo de dermatite de contato mais comum!!

O níquel cada vez mais tem desencadeado crises alérgicas; o problema é que ele está presente em uma diversidade de objetos, inclusive nos alimentos e em alguns pacientes mais sensíveis a ingestão pode causar os mesmo sintomas locais de uma dermatite de contato com a pele através bijouterias por exemplo ou até mesmo sintomas generalizados como vermelhidão, coceira em todo o corpo.

Os alimentos ricos em níquel e que devem ser evitados, especialmente em épocas de crise da doença são:
  • Frutas: banana, pera, pêssego, cereja, frutas secas;
  • Leguminosas: soja, amendoim, ervilha, feijão;
  • Verduras: aspargo, salsa, cebola, alface, cogumelos, couves, espinafre, tomate;
  • Produtos lácteos: soro do leite, queijos e margarina;
  • Peixes: arenque, atum, sardinha e cavala;
  • Crustáceos: lagosta, camarão, caranguejo, ostras e mexilhão;
  • Molhos: ketchup, vinagre e soja;
  • Bebidas: café, chá, cacau, vinho, cerveja e sucos de fruta, especialmente de frutas ácidas;
  • Outros: fermento em pó, alimentos enlatados, vegetais em conserva.

Falando sobre objetos, há níquel nas jóias e bijuterias, no dinheiro, nas chaves, canetas, armações de óculos, botões e zíper de roupas, capinhas de celular metálicas, clipes de prender papel, panelas e produtos com aço inoxidável. Ou seja, tudo o que você usa no dia a dia!

Para confirmar a alergia ao níquel, é necessário fazer um teste de alergia e acompanhar com um médico alergista/imunologista, que também poderá testar outras substâncias e alimentos para avaliar se existem outras causas para a dermatite.

Agende uma consulta

Comentários estão fechados.

× WhatsApp