Alergia a Barba e Lâmina de Barbear

Alergia a Barba.

Muitos homens gostariam de cultivar uma bela barba, principalmente em dias de inverno, sem falar com a moda tão em alta da barba estilo lenhador, mas, quando tentam, têm sintomas de alergia. Aí vem a pergunta: “Sou alérgico a minha barba?”

Na verdade, os pelos da face quando no tamanho grande podem agir como uma armadilha que pode reter alérgenos como polén e ácaros de pó, além de propiciar maior local de suor e umidade, podendo ter proliferação de fungos. Todos estes podem levar a coceira e alergias.

✍ Além disso, se os cuidados e a higiene com a barba não forem adequadas, a proliferação de outros “ insetos” indesejáveis, como por exemplo, os percevejos e os piolhos podem prosperam nas grandes barbas e também as bactérias.

✍ Outro detalhe importante pode ser alergia aos produtos de higiene como creme de barbear, uso de substâncias com álcool pós barba que levam a uma irritação da pele e se persistir seu uso diário, pode desenvolver uma dermatite de contato. Atenção as lâminas de barbear, se estão muito usadas, podem desencadear lesões e infecções.

✍ Caso você queria cultivar a sua barba, lembre-se que além de uma higiene primorosa, ela deve ser aparada frequentemente, penteada e hidratada diariamente com produtos específicos e que o uso de protetor solar é indispensável mesmo em dias frios.

Alergia a Lâmina de Barbear

Alergia a Barba e Lâmina de Barbear

Depois de se barbearem, muitos homens sofrem com a sensibilidade e o surgimento bolinhas inflamadas, semelhantes a espinhas, que surgem na área da barba, especialmente na região do pescoço.

Muitos homens acreditam que é algum tipo de alergia à lâmina de barbear, mas na verdade chama-se pseudofoliculite, são pelos encravados que surgem nesse local, devido ao tipo e espessura dos pelos.

A pseudofoliculite ocorre quando os pelos raspados que crescem, não conseguem atravessar a pele ou curvam-se dentro da pele.

Na maioria das vezes, não há infecção bacteriana e, por isso, o problema leva o nome de pseudofoliculite - que se caracteriza pela inflamação do folículo piloso causado por encravamento ou trauma. Porém no ato de coçar ou espremer, podem levar bactérias das unhas para o local e causar um processo infeccioso local.

Os homens de pele morena e negros têm maior propensão ao quadro porque os pelos da barba são mais encaracolados e se curvam com mais facilidade.

Prevenção:

  • Não use lâminas velhas, quanto mais novas melhor (sempre que fizer a barba use uma lâmina nova);
  • Procure fazer a barba somente 1 vez por semana;
  • Evite passar a lâmina no mesmo local 2 vezes;
  • Raspe sempre no sentido do crescimento dos pelos;
  • Use sempre creme hidratante sempre após fazer a barba e continue usando mesmo nos dias em que não fizer;
  • Se surgirem pontinhos inflamados, não estoure a bolhinha e não tente arrancar o pêlo;
  • Esfoliar a pele também pode ajudar a prevenir o surgimento de pêlos encravados (consulte um dermatologista).

➡ Se com todos esses cuidados os sintomas ainda persistirem, procure o alergista para uma avaliação precisa e a prescrição correta do tratamento. ⬅

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

×

Hello!

Click one of our representatives below to chat on WhatsApp or send us an email to contato@drajanainamelo.com.br

× WhatsApp