Alergia ao absorvente Intimo

Alergia ao absorvente X Dermatite de Contato.

Algumas mulheres apresentam dermatite de contato genital durante o período menstrual, por causa de uma hipersensibilidade aos absorventes externos.

A alergia a absorvente é geralmente tratada como uma assadura durante a menstruação, mas não é bem isso.

Potencialmente, qualquer componente do produto pode produzir reações alérgicas ao absorvente: fragrâncias, películas plásticas, algodões e outras fibras de absorção.

Em apenas 20% das vezes a reação tem, de fato, uma origem alérgica. As mulheres mais afetadas são as que já têm hipersensibilidade, dermatite atópica (doença crônica da pele) e doenças como a asma.

Os sintomas são ardor, queimação, vermelhidão, engrossamento da pele, umidade na superfície da pele vulvar exterior, que pode ser confundida com corrimento e ser apontada como a causa dos sintomas. Por isso preste atenção nos sintomas, a dermatite vaginal é um transtorno sem infecção.

As versões perfumadas e coloridas estão entre as que mais provocam reações; mas os absorventes com coberturas “super-secas”, têm a superfície plastificada e são os mais propensos a causar esse tipo de problema.

Em alguns casos, a alergia pode ser causada pelo plástico que constitui as abas do absorvente externo. Nesse caso, a simples substituição pela versão sem abas pode minimizar a coceira vaginal.

Outra dica é evitar roupas muito apertadas durante a menstruação; o contato intenso e fricção do absorvente contra a pele poderá causar a chamada “assadura menstrual”.

No caso de se constatar que a irritação acontece por causa do absorvente, tente trocar a marca do produto ou então buscar alternativas, como o absorvente interno e o copo menstrual.

Procure o alergista e o ginecologista, o quanto antes, para que em conjunto possam encontrar a melhor alternativa de tratamento, pois as lesões podem infeccionar e o problema se tornar muito mais grave do que realmente é.

Agende uma consulta

Comentários estão fechados.

WhatsApp