Alergia Alimentar não Mediada por IgE

Alergia Alimentar não Mediada por IgE.

Alergia é toda reação que ocorre após a ingestão de um alimento que envolve mecanismos imunológicos. As reações alérgicas acontecem por causa das proteínas contidas nos alimentos, pode ser mediada pela imunoglobulina E (IgE), não mediada pela IgE ou mista.

O que é IgE?

Imunoglobulina E (IgE) é um anticorpo. A dosagem de IgE é principalmente usada para a identificação de doenças alérgicas ou para se prever o risco de desenvolvimento das mesmas.

Chamamos de antígeno um elemento externo ao organismo capaz de deflagrar uma reação alérgica. Essa reação acontece quando a IgE se liga aos antígenos, que podem ser alimentos, ácaros, pólens, proteínas de animais domésticos ou outras substâncias que atravessam as mucosas respiratória e/ou digestiva.

Existem três tipos de manifestações:

  1. ✔Mediadas por IgE ou imediatas, que ocorrem dentro de minutos até 2 horas após a ingestão do alimento.A reação imediata alérgica pode atingir a pele, as vias respiratórias, os sistemas gastrointestinal e cardiovascular, de forma isolada ou combinada; incluem urticária, borbulhas, manchas na pele, manchas vermelhas, “comichão” ou “coceira”, angioedema, síndrome de alergia oral, rinoconjuntivite, asma ou mesmo choque anafilático.

    A duração da sintomatologia é geralmente também curta, com reversão completa dos sintomas em poucas horas. São as formas mais comuns de alergia alimentar.

  2. Não-mediadas por IgE ou tardias, que surgem horas após ingerir o alimento. As manifestações são sintomas gastroinstestinais tipo náuseas, vômitos, diarreia e cólicas, sangue nas fezes (sobretudo nos bebês com alergia não-IgE mediada ao leite) e síndrome de Heiner; começam várias horas ou dias após a ingestão.
    O eczema atópico também é uma manifestação possível, embora pouco frequente.
  3. Mistas, cujas manifestações são dermatite atópica, esofagite eosinofílica, gastrite e enterocolite eosinofílicas e asma.

Quando é Alergia Alimentar?

Devemos pensar em alergia alimentar quando sintomas idênticos se repetem após a ingestão do mesmo alimento ou de alimentos relacionados.

Mas em alguns pacientes, a reação só acontece se estiver associado a algum outro fator, ou seja, existem co-fatores que podem desencadear a reação alérgica (exercício, álcool, alguns medicamentos) e sem a presença dos quais o paciente tolera o alimento.

Nestes casos, a intervenção do alergista/imunologista é essencial para determinar se de fato é uma reação alérgica e qual é o alérgeno.

Consulte o alergista/imunologista 😉

Agende uma consulta

Comentários estão fechados.

× WhatsApp