Alergia a Vacinas – Pode Existir!

Alergia a Vacinas - Pode Existir!

Alergia a vacinas não é um fenômeno comum, uma pesquisa realizada nos Estados Unidos demonstra que, com apenas uma a duas reações alérgicas graves sendo relatadas por milhão de vacinas administradas. Mas quando ocorre uma alergia à vacina, ela pode ser desde leve a muito grave, até com risco de vida.

Existem reações esperadas a vacinas, como dor no local e febre e estas NÃO são consideradas reações alérgicas, mas também em menor frequência existem as reações NÃO esperadas e estas são denominadas REAÇÕES ALÉRGICAS A VACINAS.

Essas reações geralmente começam em poucos minutos após a vacinação e são caracterizadas pelos mesmos sintomas das reações imediatas a outros alérgenos:

  • manifestações cutâneas (urticária, inchaço, comichão),
  • manifestações respiratórias (tosse, dificuldade em respirar, chiado) e redução da pressão arterial (fraqueza, perda de consciência).

Se houver suspeita de uma reação alérgica imediata significativa, procure o pronto socorro pois ela deve ser tratada rapidamente.

É importante que a pessoa que sofre da reação alérgica seja encaminhada a um alergista e também avisado no local de aplicação da vacina a reação para que possa investigar o lote da vacina.

Em alguns casos, o teste de alergia pode confirmar a alergia à vacina, e as informações resultantes podem ser muito úteis para uma futura vacinação.

Outro tipo de reação é a algum componente da vacina, como por exemplo, a vacina da febre amarela para pacientes alérgicos graves ao ovo. Neste caso, o paciente deve consultar seu alergista antes.

O que fazer?

As pessoas que têm alergia a vacinas ainda podem ser vacinadas, existem métodos para administrar vacinas para alérgicos com segurança:

💉 Usando uma forma alternativa da vacina (fale com o seu alergista);

💉 Se medicar contra alergia (sob recomendação do seu alergista), antes da sua vacinação para ajudar a prevenir ou diminuir uma reação alérgica se as manifestações forem leves;

💉 Vacinação sob a supervisão de seu médico e em uma clínica ou hospital equipado para atender emergências (no caso de ocorrer uma reação grave);

💉 Testar a imunidade à doença que está sendo vacinada (caso já esteja imunizado, não há necessidade de vacinar).

As vacinas são importantes para a saúde das pessoas, se você tem dúvidas e está preocupado com uma alergia à vacina, converse com seu médico alergista/imunologista, ele pode recomendar um esquema de vacinação que seja seguro e eficaz para você.

Consulte o alergista/imunologista 😉

Agende uma consulta

Comentários estão fechados.

× WhatsApp