Ácaros, o que Pode Causar e como Evitar!

Os ácaros, grandes vilões causadores de alergias em humanos.

Os ácaros são encontrados na poeira, são seres minúsculos, geralmente menores que um milímetro de comprimento, que pertencem à classe dos aracnídeos e fazem parte da subclasse Acarina ou Acari, da qual também fazem parte os carrapatos.

O ácaro é o principal agente deflagrador de alergias. Ácaros, pelos de animais, baratas, fungos são alérgenos que desencadeiam crises de asma, rinite, sinusite, conjuntivite, eczemas, coceiras, entre outros sintomas.

Onde Vivem os Ácaros?

Os ácaros vivem em casas, camas, colchões, travesseiros, sofás, ou seja, em todo local que possa juntar poeira. É possível encontrá-los entre a roupa de cama, cortinas, brinquedos de pelúcia, tapetes, cortinas, etc.

Um grama de poeira pode conter entre 2 mil e 10 mil ácaros. A sua presença não significa necessariamente que o quarto não está limpo. Um colchão pode conter dois milhões de ácaros de poeira, tornando possível encontrar 4.000 ácaros em cada palmo, mesmo sendo novo após um mês ele já pode estar infestado!

Camas, colchões e travesseiros mantêm microclimas cujo grau de calor e umidade são favoráveis a proliferação de ácaros. Estudos práticos demonstraram que, após 6 anos de uso, um travesseiro pode ter 10% de seu peso em ácaros, seus detritos e fragmentos de pele humana.

Como Evitar?

  • Mantenha portas e janelas abertas, de modo que os ambientes fiquem arejados;
  • Retire o pó dos locais com pano úmido para não levantar a poeira. Não varra o chão, use o aspirador de pó ou passe pano úmido com a vassoura;
  • Capas protetoras impermeáveis para colchões e travesseiros também são uma boa opção;
  • Lave periodicamente cortinas e tapetes, bem como edredons e as demais roupas de cama. Evite cobertores com pelos;
  • Evite comer na cama e no sofá. Se possível revista seu sofá de material impermeável como couro ecológico;
  • Procure fazer uma higienização no ar condicionado de seis em seis meses.

O que Causam?

ALERGIAS RESPIRATÓRIAS: Os ácaros da poeira doméstica e principalmente os seus dejetos são muito leves e transportáveis pelo ar em movimento. Quando inalados, desencadeiam reações alérgicas em indivíduos sensibilizados produzindo a rinite alérgica e a asma (bronquite alérgica).

CONJUNTIVITES: A mucosa que reveste o olho chama-se conjuntiva. Os ácaros da poeira doméstica em contato com a conjuntiva (mucosa que reveste o olho) desencadeiam coceira com piora da inflamação.

DERMATITE ATÓPICA: O ácaro é o principal alérgeno que piora as alergias de pele, principalmente a dermatite atópica em que o indivíduo não pára de se coçar, levando a inflamação e infecção da pele.

BLEFARITE: O Demodex folliculorum é um ácaro que pode provocar inflamação das pálpebras (blefarite) e penetrar nos poros, provocando os cravos e a acne-rosácea.

ROSÁCEA: A rosácea ou acne-rosácea é uma inflamação crônica da pele do rosto, associada a fatores hormonais. A rosácea papulo-pustular pode ser causada pela hipersensibilidade celular a proteínas antigênicas de uma bactéria (Bacilus oleronius) que habita o sistema digestório do ácaro (Demodex folliculorum).

ANAFILAXIA POR INGESTÃO ORAL: Alimentos estocados por períodos longos de tempo podem ser contaminados por ácaros e quando ingeridos podem ser absorvidos pelo sistema digestório e produzir quadros alérgicos sistêmicos.

Se quiser saber mais como prevenir, assista ao vídeo "Mudança no tempo propicia alergias na população" no site do G1 - EPTV Ribeirão e Franca.

Mais informações

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

× WhatsApp